A prática musical nas comunidades protestantes em Lisboa entre 1945 e 1965


A prática musical nas comunidades protestantes em Lisboa entre 1945 e 1965

Esta pesquisa centra-se na música praticada nas comunidades religiosas, comummente chamadas igrejas evangélicas ou igrejas protestantes, existentes a meio do séc. XX em Portugal, e estabelece algumas linhas gerais na comparação com as práticas do início do séc. XXI.

Para a realização desta pesquisa foi aplicada uma abordagem qualitativa, tendo como base os depoimentos de vários membros de diferentes comunidades. Foram seleccionadas, para Estudo de Caso, duas comunidades que, de entre as maiores que se encontravam na época em Lisboa, representavam as que possuíam maior e menor prática musical. Resultando assim, num levantamento e registo da história recente da música em Portugal, em grande parte transcrito no relato dos próprios intervenientes, contendo muita informação nova, que dá origem a um grande número de questões e permite abrir caminho a outros estudos.

Também nos conduz a conclusões concretas sobre diferentes aspectos, físicos e não físicos, como instrumentos utilizados, tessituras dos cânticos e temáticas abordadas nos textos cantados, entre outros da vivência e orgânica das comunidades.

Este documento poderá ser de relevante consulta para todos os que lidam com música dentro de comunidades cristãs, ou quem têm interesse na história da música em Portugal, por abordar um tema até aqui pouco explorada.

Para ler clique aqui: A prática musical nas comunidades protestantes em Lisboa entre 1945 e 1965.
 
 


Para mais informações contacte-nos através do e-mail: genesis@ciip.pt.